Árvore em APP com quase meio século é cortada e retirada madeira em Maurilândia do Tocantins

Quem passa pelo Setor Bom Jardim em Maurilândia do Tocantins percebe a ausências de uma gigantesca arvore que ficava as margens do Ribeirão Bom Jardim Zona Urbana desta urbe. O corte foi de uma espécie quase centenária. A medida foi entendida por defensores do meio ambiente como um ato de covardia e de senso de impunidade, tendo em vista se tratar de uma área de preservação permanente e a priori o ato criminoso ter sido feito a luz do dia.

No local após a descoberta do ato, pode se observar que além da derrubada da arvore de aproximadamente uns 35 metros e que ali servia como sustentação do solo e evitando consideravelmente o assoreamento deste ribeirão, que foi utilizado um motor serra e ali fez o corte de praticamente a metade da arvore.

A pergunta que não quer calar é: QUEM CORTOU A ÁRVORE? E além disso foi utilizada onde ou aonde?

Do local foi retirada apenas uma árvore. Segundo o cidadão Luis Claudio que se identifica como o proprietário da área onde aconteceu o crime, registrou um Boletim de Ocorrência junto a Delegacia de Policia Civil para justificar caso seja necessário a prática criminosa. Segundo Claudio não tem nenhuma suspeita, mas, que conforme terceiros praticas dessa natureza vem se repetindo em todo o município.

O que nos deixa um tanto quanto consternados é que enquanto o mundo inteiro se preocupa com a preservação do meio ambiente, das reservas legais, das áreas de preservação, vimos em Maurilândia do Tocantins – TO o anverso dessa realidade, onde a luz do dia uma árvore de quase meio século é derrubada, tem sua madeira cortada e retirada pranchas e ninguém tem conhecimento do fato. Ou cuidamos do nosso habitat ou morreremos muito antes do que cientistas prevêem.


Was This Post Helpful:

1 votes, 5 avg. rating

Compartilhar:

Deixe seus Comentario