O improvável aconteceu. Derrotada no jogo de ida por 4 a 1, no Camp Nou, a Roma precisava de uma virada histórica diante do invicto Barcelona nesta terça-feira (9) para seguir na Liga dos Campeões. E, milagrosamente, conseguiu. Em alta intensidade desde o apito inicial e empurrado por um Estádio Olímpico lotado, a equipe italiana bateu os catalães por 3 a 0 e teve a raça premiada com a classificação às semifinais da Liga dos Campeões.

Dzeko abriu o placar no início do primeiro e, na etapa final, conseguiu uma penalidade para De Rossi ampliar. A nove minutos para o fim do duelo, o zagueiro Manolas escorou escanteio e marcou o gol da classificação.

Por aquelas ironias do destino, o resultado heroico da Roma aconteceu exatos 11 anos depois de um dos maiores vexames da equipe na Liga dos Campeões: a derrota por 7 a 1 para o Manchester United, na Inglaterra, em 10 de abril de 2007.

A Roma conhecerá o adversário por um lugar na decisão do torneio europeu nesta sexta-feira, em sorteio organizado pela Uefa.


Compartilhar:

Deixe seus Comentario